Mensagens

Não hei-de morrer sem saber qual a cor da liberdade

Imagem
Às Forças Armadas e ao povo de Portugal

Não hei-de morrer sem saber qual a cor da liberdade

Qual a cor da liberdade?
É verde, verde e vermelha.

Quase, quase cinquenta anos
reinaram neste pais,
e conta de tantos danos,
de tantos crimes e enganos,
chegava até à raiz.

Qual a cor da liberdade?
É verde, verde e vermelha.

Tantos morreram sem ver
o dia do despertar!
Tantos sem poder saber
com que letras escrever,
com que palavras gritar!

Qual a cor da liberdade?
É verde, verde e vermelha.

Essa paz de cemitério
toda prisão ou censura,
e o poder feito galdério,
sem limite e sem cautério,
todo embófia e sinecura.

Qual a cor da liberdade?
É verde, verde e vermelha.

Esses ricos sem vergonha,
esses pobres sem futuro,
essa emigração medonha,
e a tristeza uma peçonha
envenenando o ar puro.

Qual a cor da liberdade?
É verde, verde e vermelha.

Essas guerras de além-mar
gastando as armas e a gente,
esse morrer e matar
sem sinal de se acabar
por politica demente.

Qual …

🎶zeca afonso🎶grândola, vila morena🎶

Imagem
Hino ✊
Grândola, vila morena Terra da fraternidade O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ó cidade
Dentro de ti, ó cidade O povo é quem mais ordena Terra da fraternidade Grândola, vila morena
Em cada esquina, um amigo Em cada rosto, igualdade Grândola, vila morena Terra da fraternidade
Terra da fraternidade Grândola, vila morena Em cada rosto, igualdade O povo é quem mais ordena
À sombra duma azinheira Que já não sabia a idade Jurei ter por companheira Grândola, a tua vontade
Grândola a tua vontade Jurei ter por companheira À sombra duma azinheira Que já não sabia a idade

🎶zeca afonso🎶os vampiros🎶

Imagem

no céu cinzento sob o astro mudo batendo as asas pela noite calada vêm em bandos com pés de veludo chupar o sangue fresco da manada
se alguém se engana com seu ar sisudo e lhes franqueia as portas à chegada eles comem tudo eles comem tudo eles comem tudo e não deixam nada
a toda a parte chegam os vampiros poisam nos prédios poisam nas calçadas trazem no ventre despojos antigos mas nada os prende às vidas acabadas
são os mordomos do universo todo senhores à força mandadores sem lei enchem as tulhas bebem vinho novo dançam a ronda no pinhal do rei
eles comem tudo eles comem tudo eles comem tudo e não deixam nada
no chão do medo tombam os vencidos ouvem-se os gritos na noite abafada jazem nos fossos vítimas dum credo e não se esgota o sangue da manada
se alguém se engana com seu ar sisudo e lhes franqueia as portas à chegada eles comem tudo eles comem tudo eles comem tudo e não deixam nada
eles comem tudo eles comem tudo eles comem tudo e não deixam nada

📸janela

Imagem
💙

Não basta abrir a janela
Para ver os campos e o rio.
Não é bastante não ser cego
Para ver as árvores e as flores.
É preciso também não ter filosofia nenhuma.
Com filosofia não há árvores: há ideias apenas.
Há só cada um de nós, como uma cave.
Há só uma janela fechada, e todo o mundo lá fora;
E um sonho do que se poderia ver se a janela se abrisse,
Que nunca é o que se vê quando se abre a janela.Alberto Caeiro

🎶agnes obel🎶between the bars🎶

Imagem
🎀
drink up, baby, stay up all night with the things you could do, you won't but you might the potential you'll be that you'll never see the promises you'll only make
drink up with me now, and forget all about the pressure of days, do what i say and i'll make you okay, drive them away the images stuck in your head
people you've been before that you don't want around anymore they push and shove and won't bend to your will i'll keep them still
drink up baby, look at the stars i'll kiss you again between the bars where i'm seeing you there with your hands in the air waiting to finally be caught
drink up one more time and i'll make you mine keep you apart, deep in my heart separate from the rest where i like you the best and keep the things you forgot
people you've been before that you don't want around anymore they push and shove and won't bend to your will i'll keep them still

🎶moonspell 🎶new tears eve🎶

Imagem
🎀
our seals were so easily broken our hopes were so silently crushed still our hearts can't be broken still our hearts will hold
'cause once we were kings made friends with the beast and thus we shall fall and thus we shall see what the future brings new tears eve
green light, deep inside the night green light tonight we're hateful
our words take the shape of our secrets silent vows, violently crushed still our minds to be open, still our heads hang low
'cause once we were kings made friends with the beast and thus we shall fall and thus we shall see what the future brings new tears eve
green light, deep inside the night tonight we're hateful

📖mário-henrique leiria

Imagem
Finalmente!  Mário-Henrique Leiria (re)apareceu.  Desta vez num "obras completas de", editado por E-Primatur / Letras Errantes.  Do I volume constam Contos, Novela, Teatro,  Guiões e Banda Desenhada... 729 páginas de puro deleite.  Obviamente que o Rifão Quotidiano (também conhecido por "nêspera") dos Novos Contos do Gin já cá canta.